Pra não dizer que não falei de girassóis

Esta “abobrinha” foi escrita em abril de 2018 e ficou esperando a hora certa para ficar madura e poder ser “degustada”. Finalmente, chegou quase 3 anos depois! 

…Todas as outras coisas, nossa força, nossos desejos, nossa comida, são de fato necessárias para a existência. Mas essa rosa é algo além. O cheiro e a cor dela não são necessários para a vida, mas lhe dão beleza. É preciso bondade para dar algo mais, por isso repito que as flores são um bom presságio.

(mais…)

0 Comentários

Um novo projeto de vida

Há, mais ou menos, uns dois anos eu vinha trabalhando a ideia de um novo projeto de vida que era colocar este blog no ar.

Um espaço para eu compartilhar, não apenas com os leitores do meu blog de Eletrônica, mas também com outros que uma busca do Google venha a trazer, aleatoriamente, para cá.

No Google é assim, vai se procurar “alhos” e findamos encontrando “bugalhos”!

Mas, voltando ao novo projeto de vida, neste espaço quero colocar algumas reflexões minhas sobre o mundo, falar de livros que li e recomendo, músicas que ouvi e ouço até hoje e de alguma forma me influenciaram e, até, por que não, algumas poesias.

  (mais…)

8 Comentários

Como adquiri o “vício” pela leitura

Eu, diferentemente do que aconteceu com meus filhos, não cresci numa “ilha cercada de livros por todos os lados”.

Pensando bem, talvez possa até dizer que, se não se não creci numa “ilha”, talvez houvesse uma “restinga”, o que pode ter ajudado e já, já irei tentar explicar a influência que este “acidente geográfico”, a restinga, pode ter tido neste meu “vício” pela leitura, se transformado em “virtude”, e que, provavelmente, “transferi” aos meus filhos.

Afinal, diz o ditado, “quem herda não furta”.

(mais…)

4 Comentários